Pular para o conteúdo principal

Todas as playlists - Porque mixar?


Enfim, todas as playlists estão no ar. Até as que ainda nem upei.

Superjukebox Playlists

Porque mixar?

Sempre gostei de fazer sequências com as músicas que eu gosto. As playlists não tem inspiração em lugar algum, a não ser passeios que faço pelo Youtube, algumas pesquisas sobre paradas de sucesso daqueles anos, músicas randômicas em geral. Basta que eu goste e queira ouvir de novo.

Comecei a gostar de mixar nos anos 90. Devo ter tido mais de 100 fitas k7! E ouvia-as sempre. Muitas delas eram gravadas de programas que eu adorava como o Sarcófago na Transamérica, entre outros. Todas as rádios tinham um programa dedicado à Disco Music e eu ouvia TODOS, hahahaha! Era meu passatempo de adolescência.

Comecei a gostar de Disco Music justamente quando comecei a ouvir o Sarcófago. Cada música me fazia viajar à minha infância. Era uma sensação estranha de 'deja-vu', no caso, deja-OUVI! Então corri no porão e resgatei os disquinhos de 7'' da minha irmã. Ela tinha "More more more", "Boogie Oogie Oogie" , "Wuthering Heights", "Mucic Box Dancer" e ouvindo esses discos de novo que eu lembrei que quando era criança eu ficava ouvindo as músicas que ela ouvia.

Tenho uma coleção pequena de uns 200 Lps que eu colocava as capas no Fotolog.

Quando começou o Orkut e nasceram várias comunidades foi que eu percebi como não sabíamos de nada sobre música dos anos 70 e 80. Havia uma comunidade chamada Disco 70's onde trocávamos mp3. Era tudo muito precário. Os programas de baixar música eram demorados e eu tinha apenas conexão via modem! Só pelos idos de 2007, 2008 que começaram a pipocar blogs com álbuns completos que eu comecei a pescar. Já perdi todas as músicas umas 2 vezes e recomecei a pescar tudo de novo.

A nova modinha são os vídeos do Youtube. Incrível como tem coisa boa em tudo quanto é lugar do mundo que não fez sucesso, mas vale a pena ouvir. A tal logística não permitia que as músicas chegassem a todo mundo como é hoje. E quanta música!

Hoje ouço tudo o que edito quase sempre. Costumo entupir o celular de mixes mp3 com 24kbps (cabem várias horas!) e assim vai. 

Quando tenho tempo disponível saio colando tudo de novo.  Depois ouço pra ver se dá alguma reação extrasensorial, hahaha! Música é coisa séria viu?

Um dia me enchi e joguei todas as fitas k7 e de vídeo (eu gravava clipes) fora. Só guardei umas 3 e as capinhas (porra, eu tinha uma ligação séria com cada uma! Todas tinham capinhas customizadas!). Aí embaixo alguns dos pancadões que eu promovia em meu quarto. Note que tinha músicas que eu nem imaginava o nome. Época de informações escassas ("Push to me baby" por exemplo é I Got My Mind Made Up do Instant Funk. Blur "Girls & Boys" eu gravei porque gostei da música, geralmente não misturava)

Hues Corporation/Blur (???!)/ ABC /Love Unlimited/ Instant Funk
Celi Bee / ??? / Jimmy Ross / Junior / H. Faltermeyer / Gap band

Brick / Leo Sayer / Carl Carlton / Lakeside / Village People / ??? / Tim Maia
Mary Jane Girls / ???/ Gisbon Brothers / Odyssey / Zapp

Lakeside / Funkadelix / ??? / Wings / ??? / Musique / Central Line / Christopher Cross
Rah band / Hot Cuisine / Chi-Lites / Charo / Spinners / Tim Maia / Kurtis Blow / Abba


Enfim. A quem interessar possa, tudo aí para ouvir enquanto o 4Shared não deleta tudo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Abertura de novela: Locomotivas (1977)

Vai aí uma seqüência youtubiana de aberturas de novelas dos anos 70 e 80, com temas disco. Inesquecíveis e mostram a ótima qualidade da música disco no Brasil!

Tema de Locomotivas (1977)
___________________________________________________
Banda Black Rio - "Maria Fumaça"

Theme froma brazilian soap opera from 1977, using a perfect disco tune!

Roy Ayers Ubiquity

Ouvi um dia o VJ Fabio Massari da MTV falar de Roy Ayers Ubiquity em um daqueles programas que passam em horário incerto, a cara da MTV, que coloca o bom gosto em segundo plano, sempre.

Roy Ayers nasceu em Los Angeles, Califórnia/USA, em 10 de setembro de 1940. Foi vibracionista de Jazz nos anos 60 e formou sua própria banda nos anos 70. É tido como precursor do Acid Jazz e tem suas músicas muito sampleadas nos dias de hoje.

Nasceu em uma família de músicos: seu pai tocava trombone e sua mãe era pianista, lhe ensinando a tocar quando pequeno. Começou a tocar aos 17 anos na cena do Jazz, posteriormente veio a se juntar a sessões com Herbie Mann, o que lhe abriu os caminhos para o conhecimento musical deoutras áreas que não o bebop o qual ele cresceu ouvindo.

Tendo formado sua banda em 1970, aos poucos foi incorporando ao estilo Jazz componentes de R&B, Funk e Disco, fazendo muito sucesso comercialmente.

Nos anos 80, além de continuar com sua banda, colaborou com Fela Kuti, ainda produz…